Tanchou | Restaurante

A história começa desde a minha juventude, apaixonada pela culinária japonesa, apreciando a decoração dos pratos e o sabor. Conhecendo vários restaurantes japoneses de Campinas e região.
Estou inaugurando uma casa onde posso oferecer, dois ambientes em um mesmo espaço ( familiar e romântico ) , produtos de qualidade e maior frescor além do ótimo atendimento.
Teremos  pratos de acordo com a cada estação do ano, buscando novidades e pratos típicos da culinária japonesa.
Trabalharemos com buffet self service ,pratos executivos e  prato fit ( light ) no almoço.
No jantar oferecemos dois tipos de buffet a vontade , a la carte e prato fit ( light ) .
Segundo a tradição japonesa, o tanchou se traduz em  paz e longevidade ( saúde )  você encontra aqui !

Curiosidades | Reservas

O Grou Japonês (Grus japonensis), também conhecido como Grou da Manchúria vive no leste asiático e no Japão pode ser encontrado especialmente em Hokkaido. Essas belas aves brancas com detalhes em preto no pescoço e nas asas e com o topo da cabeça vermelha estão ameaçadas de extinção. Estima-se que no Japão, exista apenas 1000 delas. Os grous são aves consideradas sagradas no Japão, além de tesouro nacional do país. O grou simboliza paz e longevidade além de ser considerada a “Mãe de todas as aves”, pois acredita-se que essas aves são as mais antigas da Terra.

Fonts : http://www.japaoemfoco.com

  • • Saquê ou saqué (em japonês: 酒, sake, também お酒, osake e 日本酒, nihonshu) é umabebida fermentada tradicional do Japão, fabricada pela fermentação do arroz; tomada geralmente quente e em grandes comemorações, como Ano Novo e cerimônias xintoístas de casamento.
    A primeira produção de saquê de que se tem notícia data do século III e ocorreu em Nara, antiga capital japonesa. Diversas regiões do país o produzem, mas a região que leva a fama de fabricar o melhor saquê é o distrito de Fushimi, em Kyoto. Existem hoje em torno de 1.600 fabricantes de saquê no Japão. No Brasil, a bebida é produzida por empresas como aSakura e a Azuma Kirin. Grande variedade de saquês brasileiros e japoneses podem ser encontrados em lojas no bairro da Liberdade, em São Paulo. • Wasabi1 2 3 (em japonês: 山葵) é um tempero em pasta utilizado na culinária japonesa, feito da planta wasabia japonica, sendo cultivado nos frescos planaltos de Amagi, na península de Izu,Shizuoka, Hotaka e Nagano.
    A Wasabia japonica pertence à família das Brassicaceae e é conhecida também como raiz-forte japonesa ou wasábia.
    O termo wasabi aparece no Honzo-wamyo, 918, o mais velho dicionário botânico, compilado naera Heian (794-1185), referenciando 1025 espécies de plantas japonesas.
    A produção da Wasabia japonica é muito difícil em escala comercial, dadas as características climáticas em que esta planta se desenvolve, com água fria em regiões montanhosas, o que tornam este produto mais caro do que outras variedades de raiz forte da família dasBrassicaceae.

    Uso medicinal

    A raiz-forte japonesa selvagem parece ter sido utilizada como planta medicinal e antídoto para envenenamentos por ingestão de alimentos, daí ser servido com peixe cru desde a era Nara (710-793). É comum a indicação fitoterápica do consumo de raiz-forte para pessoas com alergia respiratória ou rinite alérgica, devido a suas propriedades como descongestionante e expectorante.

    • SAKURA, SIMBOLO DO JAPÃO

    A flor da cerejeira, Sakura em japonês é a flor símbolo do Japão. A simbologia é tão intensa que o povo cultua e respeita como a própria bandeira japonesa ou o hino nacional.

    A LENDA
    Diz a lenda que SAKURA vem da princesa KONOHANA SAKUYA HIME que teria caído do céu nas proximidades do Monte Fuji e teria se transformado nesta bela flor. Acreditam se também que tem sua origem na cultura de arroz. A parte KURA significa deposito onde se guardava arroz, alimento básico dos japoneses considerado dádiva divina.

    ORIGEM
    Hoje existe catalogado mais de 300 variedades de cerejeiras no Japão. A cerejeira, da família das rosáceas, gênero prunus tem origem na China e Índia e os cruzamentos, melhorias e mutações durante séculos teriam criados estas centenas de variedades. A chegada no Japão consta que é de vários séculos atrás. Consta que já no século VII o imperador SAGA em Kiyoto teria promovido nos jardins do Palácio Imperial o HANAMI (APRECIAÇÃO DAS FLORES).

    ASSOCIAÇÃO DAS CEREJEIRAS
    No Japão cada cidade qualquer que seja o tamanho há uma associação de cerejeiras onde normalmente o prefeito é o seu presidente. A NIHON SAKURA NO KAI é a Associação das cerejeiras do Japão, como se fosse uma Federação das Cerejeiras onde o presidente é o próprio Presidente da Dieta.

    A florada da cerejeira é um acontecimento nacional. Mais de cem milhões de japoneses aguardam o desabrochar da SAKURA com muita ansiedade. Diariamente os meios de comunicação emitem juntamente com o serviço de meteorologia as localidades de floradas. Nesta época o Japão inteiro entra em festividades para apreciar esta flor tão bela e tão fugaz que dura apenas alguns dias. Nesta época, NIHON SAKURA NO KAI patrocina uma reunião nacional com a presença de grandes números de prefeitos, presidentes das Associações. Esta é o grande acontecimento do Japão, onde são apresentadas também rainhas de cerejeiras de várias cidades japonesas. Alguns países também costumam se representar como Estados Unidos, Canadá, Alemanha e outros. O Brasil chegou a se representar através da Associação das Cerejeiras do Brasil por sete anos consecutivos com as suas rainhas.

    FESTEJOS
    No Japão, a primavera é comemorada com muita ênfase por toda a população com seus HANAMI (apreciação das flores) ou piquenique sob a florada. Vários outros paises como Brasil, Estados Unidos e outros também festejam a florada da cerejeira. Um dos maiores eventos é realizado nos Estados Unidos, Washington National Cherry Blossom Festival com seus quase 8.000 cerejeiras onde em 1912 foram plantadas as primeiras 3.000 mudas doadas pelo Governo Japonês em comemoração a amizade entre os dois países.

    HORARIO DE ATENDIMENTO:
    Terça a Domingo (almoço) - 11:30 até as 14:20
    Terça a Domingo (jantar) – 19:00 até as 22:00